Bem Viver

Conheça 10 benefícios da Maçã

30 de maio de 2015

Um velho ditado diz que comer uma maça, por dia, mantém o médico afastado. A concentração de fibras e vitaminas B, C e E faz desta fruta uma importante aliada na prevenção de doenças. Caso não saiba do poder da maçã, conheça dez benefícios que esta fruta pode trazer.

Diabates: A maçã é rica em pectina, uma fibra que ajuda no controle da glicemia. Recomenda-se o consumo de duas maçãs pequenas diariamente, esta quantidade é suficiente para a dose de pectina necessária.

Colesterol: Pesquisadores da Universidade da Flórida constataram que a fibra pectina também auxilia na redução do mau colesterol ao formar uma fibra na parede intestinal impedindo a absorção do colesterol e de outras gorduras. O estudo foi realizado com 160 mulheres entre 45 e 65 anos de idade.

AVC: Frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos. A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40%.

Problemas respiratórios: A maçã possui antioxidantes que ajudam a melhorar a capacidade respiratória e ainda protegem os pulmões. Uma pesquisa feita pela Universidade de Nottingham, Inglaterra, mostrou que as pessoas que comem cinco maçãs ou mais por semana têm menos problemas respiratórios, incluindo asma. A maçã também possui uma propriedade adstringente que auxilia a garganta e as cordas vocais.

Doenças estomacais: A maçã possui agentes cicatrizantes que ajudam os que sofrem de problemas como azia, gastrite e úlceras, além de auxiliar no funcionamento intestinal. Esta fruta age de forma benéfica na mucosa do sistema digestivo. Quem tem problemas de má cicatrização, equimoses e sangramento das gengivas também pode melhorar este quadro comendo maçã.

Prevenção de cárie dentária: Esta infecção é causada por causa de bactérias e o sumo das maçãs têm propriedades que podem matar até 80% destes germes. Por isso, alguns dentistas recomendam oferecer maçãs para as crianças que comem muitos doces, pois a fruta ajuda a proteger a superfície dos dentes e gengivas.

Cérebro: Devido às vitaminas do complexo B, a fruta também ajuda na prevenção de todo o sistema nervoso. Isso se dá por ela ser uma ótima fonte de nutrientes, sendo rica em vitamina C e ácido fosfórico.  Desta forma, a maçã ajuda a evitaar doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson.

Câncer e envelhecimento: Por ser rica em taninos e flavonóides, que são fitonutrientes que agem como antioxidantes, adstringentes e antiinflamatórios, a fruta ajuda na prevenção do envelhecimento precoce. Os flavonoides também auxiliam em doenças cardiovasculares. Além disso, a maçã possui componentes que ajudam na prevenção do câncer de cólon, de próstata e de mama.

Saciedade: As maçãs são muito recomendadas aos que querem começar uma dieta. Isso porque a fruta possui fibras que ajudam a dar a sensação de saciedade. A casca, por exemplo, possui fibras insolúveis que não são digeridas e, por isso, ficam no estômago por mais tempo. Ela também tem o poder de reduzir a vontade de comer doces e chocolates.

Vitaminas: Não é possível falar de todos os benefícios da maçã, que são inúmeros. Mas, em resumo, por ela ter vitaminas B1, B2, B3, a fruta auxilia no controle do crescimento, ajuda a evitar problemas de pele, evita a queda de cabelo e ainda regula o organismo.

 

Fonte: ciclovivo.com.br

4 motivos para não esquecer de passar o fio dental

19 de julho de 2013

1. Boca banguela

Tudo começa com o bafo de onça: a escova não alcança o espaço entre os dentes e a sujeira vai se acumulando. As gengivas ficam avermelhadas e mais sensíveis. O problema pode evoluir para uma periodontite e até mesmo levar à queda dos dentes.

 

2. Não dá para esquecer

Uma higiene precária do local aumenta em 65% o risco de liberação de diversas substâncias inflamatórias no cérebro. Isso significa que, ao longo dos anos, a falta de cuidados na limpeza bucal mata os neurônios e apaga as memórias.

 

3. Perigo cardíaco

Os micróbios perfuram os dentes até chegarem à raiz. Uma vez lá, esses seres microscópicos têm acesso ao sistema circulatório. Quando caem no sangue, eles viajam ao coração e trazem sérios problemas para o órgão, que pode até parar de bater.

 

4. Relações inesperadas

A doença periodontal, causada pelo acúmulo de detritos, influencia os níveis de colesterol, glicose, triglicérides e a contagem de glóbulos brancos na circulação. Quanto mais suja a boca, maiores as chances de alterações nesses indicadores de saúde.

 

Fonte: mdemulher.com.br

Proteja sua família da obesidade!

18 de julho de 2013

Uma pesquisa do Instituto da Criança do HC e das faculdades de Saúde Pública da USP e de Medicina do ABC, em São Paulo, revelou recentemente que as crianças e os adolescentes brasileiros estão trocando o consumo de água e leite por bebidas açucaradas, como refrigerantes e sucos industrializados. Esse hábito tem aumentado os casos de obesidade, diabetes tipo 2 e hipertensão. Pudera: os jovens consomem cerca de 21 kg de açúcar por ano só considerando as bebidas, quando a ingestão máxima (incluindo todos os tipos de alimentos) deveria ser de 18 kg por ano.

Leia mais »

Azia: O que fazer para aliviar o fogo no estômago

16 de julho de 2013

 

Pense na sensação depois de comer uma comida bem gordurosa, acompanhada daquela cervejinha, tudo isso seguido de uma soneca. Essa é a receita para ter azia, mal que aflige 12% da população ao menos uma vez por semana. “A queimação que sobe do estômago até a garganta surge quando uma válvula do esôfago (‘tubo’ que liga a boca ao estômago) não funciona bem”, explica o médico Luiz Abrahão Júnior, da Federação Brasileira de Gastroenterologia. Se o desconforto for frequente, pode ser sinal de outro problema, de nome complicado, cada vez mais comum: doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). “Além da azia, há regurgitação (sensação de que vai vomitar)”, diz.

 

Leia mais »

Descubra as diferenças entre os alimentos orgânicos e os tradicionais

17 de abril de 2013

 

Depois de revisar nada menos do que 237 pesquisas, estudiosos da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, concluíram que desembolsar uma grana extra para ter alimentos orgânicos na despensa pode não valer a pena. É que eles não identificaram, na maioria dos casos, diferenças significativas na concentração de vitaminas e afins.

O que é um alimento orgânico?

“É aquele produzido sem o uso de agrotóxicos, adubos químicos sintéticos, sementes transgênicas e drogas veterinárias”, define a nutricionista Elaine de Azevedo, da UFGD. Já os itens processados não recebem aditivos químicos nem irradiação.Os vegetais orgânicos também devem passar por uma higienização, porque não estão livres do contato com bactérias e fungos

ORGÂNICOS X TRADICIONAIS

Quantidade de nutrientes

Nesse quesito não são esperadas grandes variações. Ponto para os dois tipos de alimentos.

Segurança alimentar

Vegetais orgânicos são cultivados sem agrotóxicos nem adubos químicos sintéticos. Por isso, são mais confiáveis. Ponto para os orgânicos!

Fitoquímicos

A ausência de pesticidas leva a uma maior formação desses compostos com ação antioxidante nos orgânicos. Ponto para os orgânicos!

Preço e disponibilidade

Os alimentos orgânicos ainda são mais caros do que os tradicionais. Além disso, não se encontram em todos os supermercados. Ponto para os tradicionais!

Preservação do meio ambiente

Os agrotóxicos contribuem para a contaminação do solo, da água e do ar. Ponto para os orgânicos!

Hora da limpeza – Veja como lavar corretamente frutas e verduras!  

É fundamental higienizar os alimentos antes do consumo. Especialmente se eles receberam agrotóxicos durante o cultivo

1. Água neles!

Comece lavando muito bem os vegetais em água corrente. Depois, deixe-os de molho por cerca de 30 minutos. Não há necessidade de recorrer à água sanitária ou às soluções com cloro nessa etapa.

2. Casca dura

Misture gotas de detergente neutro à água para esfregar itens de casca grossa, a exemplo de laranja, melão e abacate. É só passar o líquido no fruto com uma esponja macia.

3. Atenção às folhas

Antes de dar um banho nelas, livre-se das mais externas. Como elas ficam em contato direto com o solo, concentram uma quantidade maior de agrotóxicos.

 

fonte, foto: www.mdemulher.com.br

Como combater a caspa

3 de abril de 2013

Como combater a caspa

A caspa não tem cura definitiva, contudo o uso contínuo de um xampu anticaspa pode apresentar bons resultados no combate da caspa, reduzindo-a quase zero e evitando o reaparecimento da mesma. A caspa é responsável pelo enfraquecimento dos fios, pode causar coceira e até mesmo a queda de cabelo.

Tome cuidado quando se trata de escolher um xampu anticaspa. Cada pessoa possui um couro cabeludo com características específicas, existem xampus com substâncias químicas que podem até lesar os cabelos, caso usados erroneamente. Consulte um dermatologista, ele irá receitar um xampu mais adequado ao seu problema.

Os principais xampus e cremes anticaspa tem sua composição baseada no cetoconazol. Entretanto, outras substâncias como o ácido alfa-hidróxido, o sulfeto de selênio, a piritiona de zinco e o alcatrão de carvão provaram-se eficientes no tratamento da caspa.
Leia mais »

Leite integral pode ser o melhor amigo da sua saúde

4 de fevereiro de 2013

Na era da fartura dos alimentos magros, só pensar em saborear um copo de leite integral já é considerado por muitos como sacrilégio. Com sua proposta de corte de calorias, o desnatado passou a dominar as prateleiras dos supermercados. Mas, se antes o mantra da nutrição repetia um sonoro não para os lácteos integrais, a história agora mudou de lado: análises em amostras de leite de caixinha apontam que o desnatado não contém doses significativas de ácidos graxos insaturados, as populares gorduras do bem. Parece que esse tipo de leite é magrinho mesmo, inclusive em moléculas parceiras da saúde.

 

As particularidades de cada um

Quem é quem em relação ao conteúdo de matéria gorda

Integral: Contém um teor de gordura de no mínimo 3%, além de um pacote completo de ácidos graxos insaturados, que cuidam da saúde do coração e até previnem a obesidade.

Semidesnatado:Apresenta um nível de gordura de 0,6 a 2,9%, preserva parte dos nutrientes benéficos ao organismo e conta com menos calorias do que o leite, digamos, original.

Desnatado: Possui, no máximo, 0,5% de gordura e, por isso, poucas calorias. Porém, perde em substâncias como a vitamina D, que favorece a absorção de cálcio.

 

Leia mais »

Alimentos poderosos que fazem bem para a sua saúde

19 de dezembro de 2012

 

Alho e cebola

As cebolas de sabor mais forte, que têm maior atividade antioxidante. Seus sulfetos alílicos reduzem o risco de doenças cardiovasculares e estimulam a produção de enzimas protetoras contra o câncer gástrico. A cebola também possui quercetina, um anticancerígeno e que reduz o perigo de uma gripe. O consumo também está relacionado ao aumento da massa óssea. O alho está inversamente relacionado ao câncer e protege da osteoartrite e obesidade.

· Recomendação: 1 dente de alho, 1 cebola média por dia

· Na dieta: de preferência, o alho deve ser cru e esmagado, então use em patês e pastas, como as árabes

 

Maçã

Contém resveratrol e quercetina, substâncias que previnem câncer, problemas cardíacos e inflamações. Seis estudos publicados pela Universidade Cornell em 2009 fornecem evidências de que uma maçã por dia pode colaborar para manter longe o câncer de mama. Além disso, as fibras solúveis da fruta reduzem a inflamação associada a doenças de obesidade e fortalecem o sistema imunológico.

· Recomendação: 1 unidade média por dia

· Na dieta: coma 1 fruta ou beba 1 copo de suco 100% natural como lanche

 

Leia mais »

Dicas para Separar a Fome da Vontade de Comer

11 de agosto de 2012

Siga o passo a passo recomendado e evite que sua dieta vire um drama:

 

Compromisso

Emagrecimento sem compromisso não existe! Comprometer-se significa estar em sintonia com algo que você projeta para o seu futuro como uma meta. Não atribua toda responsabilidade sobre o método de emagrecimento que escolheu. Saia definitivamente da sua zona de conforto e admita para si que é capaz de fazer a diferença.

Cuidado com as falsas expectativas

O importante é iniciar seu processo de emagrecimento com apoio de uma equipe especializada de forma a avaliar seus riscos e limitações e basear suas expectativas em dados concretos e metas realistas.

Reflita

Ser magro pode ser um ideal para muitos, ainda mais na sociedade em que vivemos. Reflita que melhor ainda, pode ser sentir-se leve com seu corpo e mente equilibrados. A rigidez no processo de emagrecimento pode não trazer a satisfação e realização que espera.

Mantenha-se no foco

Dê começo, meio e fim para cada dia. Cada dia tem que representar um recomeço. Focar seu resultado somente no peso ideal pode deixá-la frustrada logo no início do programa de emagrecimento. Portanto, será mais fácil se você cumprir suas metas dia-a-dia valorizando os detalhes do processo do que somente o resultado.

Leia mais »

7 Motivos para Beber Leite

9 de agosto de 2012

O hábito de tomar leite diariamente se estende ao longo da vida. E, segundo a nutricionista Ana Beatriz Barrella, a bebida deve mesmo fazer parte do cardápio. “Durante a infância e a adolescência, ela ajuda na formação dos ossos e dos dentes. Já na idade adulta, evita a osteoporose”, explica.

 

Conheça outros benefícios do alimento:

1. Fortalecimento dos ossos

Fonte privilegiada de cálcio, o leite mantém nossos ossos fortes, prevenindo a osteoporose.

2. Redução das cólicas menstruais

O mineral também ajuda no relaxamento muscular, amenizando o incômodo.

Leia mais »