Arquivo da Categoria ‘alimentação’

Proteja sua família da obesidade!

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Uma pesquisa do Instituto da Criança do HC e das faculdades de Saúde Pública da USP e de Medicina do ABC, em São Paulo, revelou recentemente que as crianças e os adolescentes brasileiros estão trocando o consumo de água e leite por bebidas açucaradas, como refrigerantes e sucos industrializados. Esse hábito tem aumentado os casos de obesidade, diabetes tipo 2 e hipertensão. Pudera: os jovens consomem cerca de 21 kg de açúcar por ano só considerando as bebidas, quando a ingestão máxima (incluindo todos os tipos de alimentos) deveria ser de 18 kg por ano.

(mais…)

Descubra as diferenças entre os alimentos orgânicos e os tradicionais

quarta-feira, 17 de abril de 2013

 

Depois de revisar nada menos do que 237 pesquisas, estudiosos da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, concluíram que desembolsar uma grana extra para ter alimentos orgânicos na despensa pode não valer a pena. É que eles não identificaram, na maioria dos casos, diferenças significativas na concentração de vitaminas e afins.

O que é um alimento orgânico?

“É aquele produzido sem o uso de agrotóxicos, adubos químicos sintéticos, sementes transgênicas e drogas veterinárias”, define a nutricionista Elaine de Azevedo, da UFGD. Já os itens processados não recebem aditivos químicos nem irradiação.Os vegetais orgânicos também devem passar por uma higienização, porque não estão livres do contato com bactérias e fungos

ORGÂNICOS X TRADICIONAIS

Quantidade de nutrientes

Nesse quesito não são esperadas grandes variações. Ponto para os dois tipos de alimentos.

Segurança alimentar

Vegetais orgânicos são cultivados sem agrotóxicos nem adubos químicos sintéticos. Por isso, são mais confiáveis. Ponto para os orgânicos!

Fitoquímicos

A ausência de pesticidas leva a uma maior formação desses compostos com ação antioxidante nos orgânicos. Ponto para os orgânicos!

Preço e disponibilidade

Os alimentos orgânicos ainda são mais caros do que os tradicionais. Além disso, não se encontram em todos os supermercados. Ponto para os tradicionais!

Preservação do meio ambiente

Os agrotóxicos contribuem para a contaminação do solo, da água e do ar. Ponto para os orgânicos!

Hora da limpeza – Veja como lavar corretamente frutas e verduras!  

É fundamental higienizar os alimentos antes do consumo. Especialmente se eles receberam agrotóxicos durante o cultivo

1. Água neles!

Comece lavando muito bem os vegetais em água corrente. Depois, deixe-os de molho por cerca de 30 minutos. Não há necessidade de recorrer à água sanitária ou às soluções com cloro nessa etapa.

2. Casca dura

Misture gotas de detergente neutro à água para esfregar itens de casca grossa, a exemplo de laranja, melão e abacate. É só passar o líquido no fruto com uma esponja macia.

3. Atenção às folhas

Antes de dar um banho nelas, livre-se das mais externas. Como elas ficam em contato direto com o solo, concentram uma quantidade maior de agrotóxicos.

 

fonte, foto: www.mdemulher.com.br

Alimentos poderosos que fazem bem para a sua saúde

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

 

Alho e cebola

As cebolas de sabor mais forte, que têm maior atividade antioxidante. Seus sulfetos alílicos reduzem o risco de doenças cardiovasculares e estimulam a produção de enzimas protetoras contra o câncer gástrico. A cebola também possui quercetina, um anticancerígeno e que reduz o perigo de uma gripe. O consumo também está relacionado ao aumento da massa óssea. O alho está inversamente relacionado ao câncer e protege da osteoartrite e obesidade.

· Recomendação: 1 dente de alho, 1 cebola média por dia

· Na dieta: de preferência, o alho deve ser cru e esmagado, então use em patês e pastas, como as árabes

 

Maçã

Contém resveratrol e quercetina, substâncias que previnem câncer, problemas cardíacos e inflamações. Seis estudos publicados pela Universidade Cornell em 2009 fornecem evidências de que uma maçã por dia pode colaborar para manter longe o câncer de mama. Além disso, as fibras solúveis da fruta reduzem a inflamação associada a doenças de obesidade e fortalecem o sistema imunológico.

· Recomendação: 1 unidade média por dia

· Na dieta: coma 1 fruta ou beba 1 copo de suco 100% natural como lanche

 

(mais…)

Dicas para Separar a Fome da Vontade de Comer

sábado, 11 de agosto de 2012

Siga o passo a passo recomendado e evite que sua dieta vire um drama:

 

Compromisso

Emagrecimento sem compromisso não existe! Comprometer-se significa estar em sintonia com algo que você projeta para o seu futuro como uma meta. Não atribua toda responsabilidade sobre o método de emagrecimento que escolheu. Saia definitivamente da sua zona de conforto e admita para si que é capaz de fazer a diferença.

Cuidado com as falsas expectativas

O importante é iniciar seu processo de emagrecimento com apoio de uma equipe especializada de forma a avaliar seus riscos e limitações e basear suas expectativas em dados concretos e metas realistas.

Reflita

Ser magro pode ser um ideal para muitos, ainda mais na sociedade em que vivemos. Reflita que melhor ainda, pode ser sentir-se leve com seu corpo e mente equilibrados. A rigidez no processo de emagrecimento pode não trazer a satisfação e realização que espera.

Mantenha-se no foco

Dê começo, meio e fim para cada dia. Cada dia tem que representar um recomeço. Focar seu resultado somente no peso ideal pode deixá-la frustrada logo no início do programa de emagrecimento. Portanto, será mais fácil se você cumprir suas metas dia-a-dia valorizando os detalhes do processo do que somente o resultado.

(mais…)

7 Motivos para Beber Leite

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

O hábito de tomar leite diariamente se estende ao longo da vida. E, segundo a nutricionista Ana Beatriz Barrella, a bebida deve mesmo fazer parte do cardápio. “Durante a infância e a adolescência, ela ajuda na formação dos ossos e dos dentes. Já na idade adulta, evita a osteoporose”, explica.

 

Conheça outros benefícios do alimento:

1. Fortalecimento dos ossos

Fonte privilegiada de cálcio, o leite mantém nossos ossos fortes, prevenindo a osteoporose.

2. Redução das cólicas menstruais

O mineral também ajuda no relaxamento muscular, amenizando o incômodo.

(mais…)

Dicas para uma alimentação saudável

segunda-feira, 18 de junho de 2012

1. Mantenha um diário alimentar. Coloque na porta da geladeira, se necessário, uma folha onde deve escrever o que come, evitando assim, o abuso de certos alimentos.

2. Coma mais cenouras. Pessoas que são mais compulsivas para comer à noite acabam comendo menos, deixando de repetir o prato, se antes de iniciar a refeição ou quando chegar em casa comer algumas pequenas cenouras.

3. Diga não aos doces. Troque por frutas desidratadas ou bananas, mas evite doces e chocolate.

4. Evite tomar bebidas alcoólicas.

5. Evite os alimentos gordurosos. Não ingira mais que 30 gramas de gordura por dia.

6. Elimine a manteiga, a margarina e a maionese de sua dieta. No lugar da maionese use mostarda e no da manteiga use queijo ou iogurte natural, ambos são pobres em gordura e em calorias.

7. Existem certos beliscos que não engordam e você pode até levar para o cinema, evitando guloseimas que se vendem nestes locais; experimente frutas desidratadas sem açúcar e crocantes e alguns biscoitos fibrosos.

(mais…)

Escolha os Alimentos pela Cor

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Descubra o significado das cores de cada alimento e aproveite melhor os nutrientes dessa aquarela gastronômica.

 

Branco

Alimentos: Arroz, leite, queijo, batata, banana, cogumelo e couve-flor.

Principais nutrientes: Cálcio e fósforo.

Benefícios à saúde: Fortalecem os ossos, prevenindo osteoporose, reforçam a saúde dentária e regulam os batimentos cardíacos.

 

Vermelho

Alimentos: Caqui, tomate, cereja, morango, melancia, framboesa e goiaba vermelha.

Principais nutrientes: Licopeno e antocianina.

Benefícios à saúde: Previnem o estresse, estimulam a circulação e protegem contra o câncer e o envelhecimento precoce.

 

Amarelo e laranja

Alimentos: Mamão, cenoura, manga, laranja, abóbora, pêssego e damasco.

Principais nutrientes: Betacaroteno e vitamina B3.

Benefícios à saúde: Protegem o coração, fortalecem o cabelo, melhoram a visão e previnem o câncer de mama.

 

Roxo

Alimentos: Uva, figo, ameixa, berinjela, beterraba e repolho roxo.

Principais nutrientes: Antocianina e ácido elágico.

Benefícios à saúde: Protegem o coração, aumentam a disposição, retardam o envelhecimento e combatem o câncer.

 

Verde

Alimentos: Ervas, folhas e pimentão.

Principais nutrientes: Cálcio, ferro, potássio, luteína, betacaroteno e vitaminas.

Benefícios à saúde: Protegem o coração, desintoxicam as células, inibem os radicais livres e têm efeito anticancerígeno, além de hidratar o cabelo e a pele.

 

Marrom

Alimentos: Cereais integrais e sementes oleaginosas, como nozes e castanhas.

Principais nutrientes: Fibras e vitaminas.

Benefícios à saúde: Controlam o colesterol e o diabetes, combatem a ansiedade e a depressão, regulam o intestino e previnem o câncer e doenças cardiovasculares.

 

Fonte, foto: www.mdemulher.com.br

 

Descubra como Consumir Sal sem Prejudicar sua Saúde

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Ao comer um pacote de macarrão lámen no almoço, você está consumindo tanto sódio – encontrado principalmente no sal –, que não deveria colocar mais nada na boca o resto do dia! Assusta, né?  E é bom mesmo se preocupar: sódio, em excesso, engorda e pode até matar: 60% dos derrames no Brasil, por exemplo, têm aí a sua causa principal. “É um inimigo que deve ser controlado”, diz a médica Fernanda Consolin, da Sociedade Brasileira de Hipertensão.  Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) nós deveríamos comer 6g de sal por dia, valor equivalente a um colher de chá, mas nós comemos 12g por dia, valor equivalente a uma colher de sopa.A nutricionista Lidiane Manttovani Leopoldino, de São Paulo, alerta para os problemas e  os benefícios no consumo de sal.

 

Sal em excesso

Causa aumento de pressão e sobrecarga no coração, causando hipertensão.

Faz o organismo reter mais líquidos e aumentar de  tamanho, ou seja, engordar.

Afeta o funcionamento dos rins.

 

Sal na medida certa

Evita problemas como  infarto, derrame ou AVC,  e insufciência renal.

Diminui a retenção de líquido, facilitando o controle do peso.

Menos inchada, você fica mais disposta e saudável.

 

Fonte: www.mdemulher.com.br

Saiba como deixar a lancheira das crianças saudável e segura

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Após analisarem 705 lancheiras que carregavam alimentos perecíveis, pesquisadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, descobriram que mais de 90% das merendas não estavam em temperatura segura para consumo. Por causa do clima quente e úmido aqui do país, os lanches brasileiros sofrem com o mesmo problema. “Pães com maionese ou presunto e derivados do leite, como o iogurte e o queijo, devem ser evitados”, alerta Aline Bittencourt, nutricionista. Para não debilitar o conteúdo nutricional da alimentação dos pequenos, o segredo é apostar em frutas, barras de cereal e sucos industrializados. Veja alguns exemplos:

Lancheira Fresquinha

Algumas mudanças previnem a intoxicação alimentar:

(mais…)

Mantenha o Corpo Hidratado com a Melancia

segunda-feira, 26 de março de 2012

A melancia pode ser sua ótima aliada no verão: saborosa, refrescante e magra – cada fatia de 100 g tem 33 calorias. “Composta por aproximadamente 90% de água, ela ajuda a nos manter hidratadas. Também oferece fibras e vitamina C”, diz a nutróloga Cristiane Coelho. A melancia é diurética, tornando-se um alimento perfeito para quem sofre de retenção de líquidos.

Sua polpa vermelha é rica em licopeno, um poderoso antioxidante que protege o organismo contra a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento da pele. Mais: a substância é capaz de prevenir doenças, como o câncer e a hipertensão arterial. “A fruta apresenta outros nutrientes importantes, como carboidratos, vitaminas do complexo B, potássio, fósforo, cálcio, ferro e magnésio”, completa a especialista. Veja mais alguns motivos para incluí-la em sua dieta:

Estoque de energia
O sabor adocicado vem da frutose, um açúcar natural que é fonte de carboidrato (energia). Ele é o principal combustível para o funcionamento do cérebro, da medula óssea, dos nervos e dos glóbulos vermelhos. “Uma alimentação pobre em carboidratos pode trazer sérios riscos ao organismo, comprometendo principalmente o sistema nervoso”, alerta a nutróloga.

(mais…)