Arquivo da Categoria ‘saúde’

Como combater a caspa

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Como combater a caspa

A caspa não tem cura definitiva, contudo o uso contínuo de um xampu anticaspa pode apresentar bons resultados no combate da caspa, reduzindo-a quase zero e evitando o reaparecimento da mesma. A caspa é responsável pelo enfraquecimento dos fios, pode causar coceira e até mesmo a queda de cabelo.

Tome cuidado quando se trata de escolher um xampu anticaspa. Cada pessoa possui um couro cabeludo com características específicas, existem xampus com substâncias químicas que podem até lesar os cabelos, caso usados erroneamente. Consulte um dermatologista, ele irá receitar um xampu mais adequado ao seu problema.

Os principais xampus e cremes anticaspa tem sua composição baseada no cetoconazol. Entretanto, outras substâncias como o ácido alfa-hidróxido, o sulfeto de selênio, a piritiona de zinco e o alcatrão de carvão provaram-se eficientes no tratamento da caspa.
(mais…)

Leite integral pode ser o melhor amigo da sua saúde

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Na era da fartura dos alimentos magros, só pensar em saborear um copo de leite integral já é considerado por muitos como sacrilégio. Com sua proposta de corte de calorias, o desnatado passou a dominar as prateleiras dos supermercados. Mas, se antes o mantra da nutrição repetia um sonoro não para os lácteos integrais, a história agora mudou de lado: análises em amostras de leite de caixinha apontam que o desnatado não contém doses significativas de ácidos graxos insaturados, as populares gorduras do bem. Parece que esse tipo de leite é magrinho mesmo, inclusive em moléculas parceiras da saúde.

 

As particularidades de cada um

Quem é quem em relação ao conteúdo de matéria gorda

Integral: Contém um teor de gordura de no mínimo 3%, além de um pacote completo de ácidos graxos insaturados, que cuidam da saúde do coração e até previnem a obesidade.

Semidesnatado:Apresenta um nível de gordura de 0,6 a 2,9%, preserva parte dos nutrientes benéficos ao organismo e conta com menos calorias do que o leite, digamos, original.

Desnatado: Possui, no máximo, 0,5% de gordura e, por isso, poucas calorias. Porém, perde em substâncias como a vitamina D, que favorece a absorção de cálcio.

 

(mais…)

Dicas para Separar a Fome da Vontade de Comer

sábado, 11 de agosto de 2012

Siga o passo a passo recomendado e evite que sua dieta vire um drama:

 

Compromisso

Emagrecimento sem compromisso não existe! Comprometer-se significa estar em sintonia com algo que você projeta para o seu futuro como uma meta. Não atribua toda responsabilidade sobre o método de emagrecimento que escolheu. Saia definitivamente da sua zona de conforto e admita para si que é capaz de fazer a diferença.

Cuidado com as falsas expectativas

O importante é iniciar seu processo de emagrecimento com apoio de uma equipe especializada de forma a avaliar seus riscos e limitações e basear suas expectativas em dados concretos e metas realistas.

Reflita

Ser magro pode ser um ideal para muitos, ainda mais na sociedade em que vivemos. Reflita que melhor ainda, pode ser sentir-se leve com seu corpo e mente equilibrados. A rigidez no processo de emagrecimento pode não trazer a satisfação e realização que espera.

Mantenha-se no foco

Dê começo, meio e fim para cada dia. Cada dia tem que representar um recomeço. Focar seu resultado somente no peso ideal pode deixá-la frustrada logo no início do programa de emagrecimento. Portanto, será mais fácil se você cumprir suas metas dia-a-dia valorizando os detalhes do processo do que somente o resultado.

(mais…)

7 Motivos para Beber Leite

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

O hábito de tomar leite diariamente se estende ao longo da vida. E, segundo a nutricionista Ana Beatriz Barrella, a bebida deve mesmo fazer parte do cardápio. “Durante a infância e a adolescência, ela ajuda na formação dos ossos e dos dentes. Já na idade adulta, evita a osteoporose”, explica.

 

Conheça outros benefícios do alimento:

1. Fortalecimento dos ossos

Fonte privilegiada de cálcio, o leite mantém nossos ossos fortes, prevenindo a osteoporose.

2. Redução das cólicas menstruais

O mineral também ajuda no relaxamento muscular, amenizando o incômodo.

(mais…)

Saiba como usar o óleo de coco sem prejudicar a saúde do seu coração

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Se tem um óleo que pode ser considerado o queridinho do momento, é o de coco extravirgem. Extraído do fruto maduro, ele virou febre principalmente entre aqueles que desejam se livrar de vez das dobras que teimam em se espalhar por diversas partes do corpo. Além do aspecto da saciedade que o óleo de coco proporciona os outros benefícios relacionados ao óleo de coco não são vistos com tanta empolgação por uma boa parte de especialistas, já que o fato de ser formado por gorduras saturadas do tipo triglicerídeo de cadeia média não é considerado exatamente uma grande vantagem para saúde. “De fato, esse tipo de gordura é processada com maior rapidez. Mas gerar energia não é o mesmo que dissipá-la como calor”, informa Rosana Radominski, endocrinologista e presidente do Departamento de Obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. “Ela pode ser usada para ajudar a acumular gordura no corpo, caso a ingestão calórica seja maior do que o gasto.”O também endocrinologista Alfredo Halpern, do Hospital das Clínicas de São Paulo e autor do livro A Nova Dieta dos Pontos para Crianças e Adolescentes, vai na mesma toada: “Talvez a gordura saturada de cadeia média possa fazer menos mal do que a de cadeia longa. Daí a dizer que emagrece é absurdo. Ela engorda tanto quanto as outras”.

(mais…)

Escolha os Alimentos pela Cor

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Descubra o significado das cores de cada alimento e aproveite melhor os nutrientes dessa aquarela gastronômica.

 

Branco

Alimentos: Arroz, leite, queijo, batata, banana, cogumelo e couve-flor.

Principais nutrientes: Cálcio e fósforo.

Benefícios à saúde: Fortalecem os ossos, prevenindo osteoporose, reforçam a saúde dentária e regulam os batimentos cardíacos.

 

Vermelho

Alimentos: Caqui, tomate, cereja, morango, melancia, framboesa e goiaba vermelha.

Principais nutrientes: Licopeno e antocianina.

Benefícios à saúde: Previnem o estresse, estimulam a circulação e protegem contra o câncer e o envelhecimento precoce.

 

Amarelo e laranja

Alimentos: Mamão, cenoura, manga, laranja, abóbora, pêssego e damasco.

Principais nutrientes: Betacaroteno e vitamina B3.

Benefícios à saúde: Protegem o coração, fortalecem o cabelo, melhoram a visão e previnem o câncer de mama.

 

Roxo

Alimentos: Uva, figo, ameixa, berinjela, beterraba e repolho roxo.

Principais nutrientes: Antocianina e ácido elágico.

Benefícios à saúde: Protegem o coração, aumentam a disposição, retardam o envelhecimento e combatem o câncer.

 

Verde

Alimentos: Ervas, folhas e pimentão.

Principais nutrientes: Cálcio, ferro, potássio, luteína, betacaroteno e vitaminas.

Benefícios à saúde: Protegem o coração, desintoxicam as células, inibem os radicais livres e têm efeito anticancerígeno, além de hidratar o cabelo e a pele.

 

Marrom

Alimentos: Cereais integrais e sementes oleaginosas, como nozes e castanhas.

Principais nutrientes: Fibras e vitaminas.

Benefícios à saúde: Controlam o colesterol e o diabetes, combatem a ansiedade e a depressão, regulam o intestino e previnem o câncer e doenças cardiovasculares.

 

Fonte, foto: www.mdemulher.com.br

 

Descubra como Consumir Sal sem Prejudicar sua Saúde

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Ao comer um pacote de macarrão lámen no almoço, você está consumindo tanto sódio – encontrado principalmente no sal –, que não deveria colocar mais nada na boca o resto do dia! Assusta, né?  E é bom mesmo se preocupar: sódio, em excesso, engorda e pode até matar: 60% dos derrames no Brasil, por exemplo, têm aí a sua causa principal. “É um inimigo que deve ser controlado”, diz a médica Fernanda Consolin, da Sociedade Brasileira de Hipertensão.  Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) nós deveríamos comer 6g de sal por dia, valor equivalente a um colher de chá, mas nós comemos 12g por dia, valor equivalente a uma colher de sopa.A nutricionista Lidiane Manttovani Leopoldino, de São Paulo, alerta para os problemas e  os benefícios no consumo de sal.

 

Sal em excesso

Causa aumento de pressão e sobrecarga no coração, causando hipertensão.

Faz o organismo reter mais líquidos e aumentar de  tamanho, ou seja, engordar.

Afeta o funcionamento dos rins.

 

Sal na medida certa

Evita problemas como  infarto, derrame ou AVC,  e insufciência renal.

Diminui a retenção de líquido, facilitando o controle do peso.

Menos inchada, você fica mais disposta e saudável.

 

Fonte: www.mdemulher.com.br

Mantenha o Corpo Hidratado com a Melancia

segunda-feira, 26 de março de 2012

A melancia pode ser sua ótima aliada no verão: saborosa, refrescante e magra – cada fatia de 100 g tem 33 calorias. “Composta por aproximadamente 90% de água, ela ajuda a nos manter hidratadas. Também oferece fibras e vitamina C”, diz a nutróloga Cristiane Coelho. A melancia é diurética, tornando-se um alimento perfeito para quem sofre de retenção de líquidos.

Sua polpa vermelha é rica em licopeno, um poderoso antioxidante que protege o organismo contra a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento da pele. Mais: a substância é capaz de prevenir doenças, como o câncer e a hipertensão arterial. “A fruta apresenta outros nutrientes importantes, como carboidratos, vitaminas do complexo B, potássio, fósforo, cálcio, ferro e magnésio”, completa a especialista. Veja mais alguns motivos para incluí-la em sua dieta:

Estoque de energia
O sabor adocicado vem da frutose, um açúcar natural que é fonte de carboidrato (energia). Ele é o principal combustível para o funcionamento do cérebro, da medula óssea, dos nervos e dos glóbulos vermelhos. “Uma alimentação pobre em carboidratos pode trazer sérios riscos ao organismo, comprometendo principalmente o sistema nervoso”, alerta a nutróloga.

(mais…)

Amendoim Ajuda a Afastar o Risco de Doenças Cardiovasculares

segunda-feira, 26 de março de 2012


Seja para acompanhar a cerveja, seja no pé de moleque da festa junina, o amendoim é uma preferência nacional: 75% dos brasileiros costumam comer a leguminosa (sim, ele é um parente do feijão e da soja). É o que revelou uma pesquisa recente do Ibope encomendada pela Abicab, a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados.

Apesar de agradar tanto ao paladar verde-amarelo, 63% dos entrevistados desconhecem as propriedades nutricionais da semente e 12% acreditam que ela é constituída apenas de gordura e colesterol ruim.

Mas a má fama do amendoim é falsa, já que o alimento é, segundo pesquisas, um protetor do coração. Isso porque contém nutrientes para diminuir o colesterol LDL, a faceta ruim da molécula, e manter as artérias sempre saudáveis, afastando o risco de doenças cardiovasculares.

É o caso dos fitoesteróis, substâncias que competem com o LDL na hora em que ele gruda em células para ser assimilado. “Os fitoesteróis enganam o organismo, tomando o lugar do mau colesterol e favorecendo sua eliminação”, esclarece a pesquisadora Neuza Maria Brunoro Costa.

Outro defensor do peito encontrado aos montes no amendoim é o resveratrol, aquele corante natural que também dá pinta em uvas e cebolas roxas. Por ser um poderoso antioxidante, ele age impedindo que o colesterol LDL forme placas enrijecidas nas artérias, a gênese da aterosclerose, um entupimento generalizado que abre caminho para a ocorrência de um infarto.

Um trunfo pouco estudado desse primo do feijão é a presença da arginina, um aminoácido que, dentro do corpo, se transforma em óxido nítrico. “Ele relaxa as artérias, o que aumenta o fluxo sanguíneo e diminui a pressão arterial”, ensina o nutrólogo José Alves Lara Neto, da Associação Brasileira de Nutrologia.

E, como toda oleaginosa, o amendoim é fonte de ácidos graxos monoinsaturados, as gorduras do bem – incluindo o ômega-3. “Ele ainda fornece grandes quantidades de potássio, magnésio e vitamina E”, elenca Lara.

Por falar nesses dois últimos nutrientes, trata-se de uma dupla essencial para deixar o cérebro funcionando nos trinques. Já o potássio é célebre por evitar cãibras e fortalecer os ossos. Tudo isso é, sem dúvida, um prato cheio para a sua saúde.

 

 

Fonte, foto: www.mdemulher.com.br

Entenda a Importância da Mastigação para sua Saúde

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Você conhece as quatro regras sagradas da mastigação? O nutricionista Roberto Bento, de Pernambuco, explica que o processo digestivo começa na boca. Daí mastigar corretamente ser essencial para manutenção do corpo:

  • Ponha pequenas quantidades de alimento por garfada.
  • “Coma o mais lentamente possível. Assim, satisfaz o seu organismo na medida, sem exagerar na dose, sobrecarregando a digestão”, afirma o especialista.
  • Mantenha a boca fechada enquanto mastiga (isso evita que engula ar e tenha gases).
  • Alterne os lados da mastigação.
De um lado e de outro…
“Um dos jeitos mais errados de se mastigar é aquele em que se usa só um lado da boca. Isso sobrecarrega metade da articulação”, explica Luís Pinto, especialista em ortopedia funcional dos maxilares, de São Paulo.
Segundo ele, outra péssima mania é mastigar só abrindo e fechando a boca, sem movimentos horizontais. “Isso provoca cerca de 90% das dores de cabeça e também desalinha os dentes”.
Gastrite e dor nas costas
“Bebês que não mamam no peito e só comem alimentos pastosos têm chances de não aprender a respirar pelo nariz”, diz o especialista. Por isso, quando adultos, para respirar e comer ao mesmo tempo, mastigam apenas de um lado. “Ao engolir mais ar, o estômago produz mais ácido clorídrico e surgem gastrites e úlceras”, analisa. Outras consequências do hábito são dores nas costas, nos ombros e o entortamento da coluna.