Arquivo da Categoria ‘Curiosidade’

Enfeites de Natal que atraem energias positivas

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Poucos sabem que os enfeites e outros elementos que fazem parte do Natal têm vários significados e podem atrair fartura, harmonia, fertilidade… Aprenda com a gente!

natal - papai noelPapai Noel

Inspirado no bispo turco São Nicolau, o religioso era famoso por amparar os mais necessitados e por distribuir moedas e agrados às crianças da região. Reza a lenda que, atualmente, o bom velhinho vive no Pólo Norte e conta com suas renas e duendes para distribuir presentes às crianças do mundo todo na noite de 24 de dezembro.

|

natal - arvore

Árvore de Natal

Representa a fertilidade e a vida. A tradição européia de enfeitá-la com fitas, bolas e laços indica fartura e o desejo de colheita de bons frutos durante o próximo ano.

|

|

natal - sinoSinos

O som dos sinos anuncia a chegada de Jesus Cristo. Nos dias festivos, as badaladas indicam respeito ao chamado divino e à oportunidade de comunicação entre os terrenos e o céu.

|

|

natal - guirlandaGuirlanda

O enfeite colocado nas portas anuncia a chegada da temporada de festas. Feito originalmente com ramos de pinheiro, o adorno recebe todos os visitantes com votos de boa saúde.

|

|

natal - presepioPresépio

O primeiro foi montado por São Francisco de Assis, na Itália (século 13), com pessoas e animais de verdade e representava o nascimento de Cristo. O hábito visa o fortalecimento da fé.

|

|

natal - ceiaCeia

Assim como Jesus partilhou o pão e o vinho com seus apóstolos na Última Ceia, o jantar de Natal representa a confraternização, o respeito e o amor ao próximo.

|

|

natal - presentePresentes

Trocar presentes na noite de Natal relembra o ato dos Três Reis Magos. Eles seguiram a estrela-guia para dar boas-vindas a Jesus, oferecendo mirra (resina aromática), incenso e ouro.

|

|

Fonte, foto: www.mdemulher.com.br

A união: Pasta + Molho de Tomate

quarta-feira, 5 de maio de 2010

espaguete-sugoA união do tomate com a pasta somente foi escrita por volta de 1839 quando o duque de Buonvicino Ippolito Cavalcanti ofereceu uma receita para “vernicelli co le pommodoro”. Antes disso o tomate não era ligado à pasta (ao macarrão), no séc XIX se comia com os dedos a pasta. Logo depois da receita oferecida pelo duque surgiram molhos de tomate para diversos tipos de comida ai então largaram-se os dedos para utilizar algo mais próximo ao grafo, na época uma forquilha.

Hoje o molho de tomate é ingrediente chave na maioria das massas, de molhos ao sugo á bolonhesa (com carne) tão apreciada numa macarronada da “Mama” . Pizzas, lasanhas, salgados tudo hoje é a base desse fruto energético rico em vitamina C.

Fonte: www.paganinigastronomia.com.br